Dando nome certo aos sentimentos e comportamentos

Dar nome certo aos bois.

Esta frase, que muitos de nós já ouviu, se aplica o tempo todo às crianças. Conseguimos agir corretamente com uma criança somente quando reconhecemos e denominamos corretamente seus sentimentos e comportamentos. Uma criança que chora porque está com sono não é uma criança chata ou birrenta. É apenas uma criança que precisa dormir.

Quando reconhecemos o que acontece com a criança e damos o nome certo ao que está acontecendo, temos, além da possibilidade de intervir adequadamente (colocando, neste caso, a criança para dormir), a oportunidade de ensinar à criança o que  ela deve fazer quando tal  sentimento e/ou comportamento aparecem.  Nomeando sentimentos, diminuímos ou eliminamos comportamentos inadequados e a criança ainda aprende a ter autonomia frente a seus sentimentos. É ganho em todos os lados.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: