Atendimento online a gestantes, puérperas, casais, pais e responsáveis pela educação de crianças entre 0 e 6 anos

Ano novo, novos encontros!

É com muito prazer que apresentamos um desdobramento do blog Ninguém cresce sozinho, o Rodas de Conversa Ninguém cresce sozinho.

O Rodas de Conversa Ninguém cresce sozinho é um espaço virtual de acolhimento a gestantes, puérperas, casais, pais e responsáveis pela educação de crianças entre 0 e 6 anos. O acolhimento se dá por meio de encontros individuais ou grupais, mediados por uma das psicólogas de nossa equipe. Os encontros buscam reconhecer os recursos de cada mulher e homem, ajudando-os a dar novos significados à experiência materna/paterna e, assim, propiciar que cada mulher/homem possa fazer escolhas mais livres e conscientes em sua tarefa de ser mãe, pai e se relacionar com a criança.

Em nossa Agenda você encontra as datas e horários de nossos próximos encontros, aqui os grupos que oferecemos e  aqui como o site funciona.

Vem pra Roda com a gente!

Abraço,

Equipe Ninguém cresce sozinho

logo RCNCS retangular

Anúncios

Temos que falar sobre isso

Neste texto escrevi um pouquinho sobre o quanto os blogs maternos – e outras redes sociais – têm cumprido com um importante papel no apoio e, consequentemente, na construção da identidade de muitas mães.

As vivências da maternidade, incluindo a gestação e o parto, são intensas e muitas vezes bastante solitárias. Viver cada uma destas experiências em silêncio geralmente é muito perturbador. Falar sobre elas é um caminho para elaborar o que foi vivido, e assim, encontrar novos significados para a experiência. Por isso, mães contam e recontam inúmeras vezes sobre sua gravidez, parto, pós-parto, amamentação, relação com a família, com o bebê, com o trabalho e sobre tudo que muda com a maternidade.

Temos que falar sobre isso é uma dessas redes de apoio virtual. Idealizada por Thais Cimino, o Temos que falar sobre isso é uma plataforma de relatos anônimos de mães que tiveram depressão pós-parto, transtornos ligados à saúde mental na maternidade, transtornos no período perinatal (desde a concepção até o primeiro ano do bebê), dificuldades durante a gravidez, problemas com amamentação, perda gestacional, partos traumáticos e violência obstétrica. A plataforma também reúne uma série de textos sobre estes temas, incluindo os publicados pelo Ninguém cresce sozinho.

Clique aqui para conhecer esta rede! Ou junte-se a ela pelo Facebook.

Logo TQFSI

%d blogueiros gostam disto: